Brexit – consequências sobre o mercado imobiliário

Vivem-se tempos interessantes!!! Tudo começou como uma promessa / jogada política julgada inconsequente em 2010 e chegado 2016, temos as consequências que ninguém arrisca dizer quais serão. É difícil perceber em que medida o mercado estava a prever o evento pois divulgados os resultados, o mercado de capitais e a libra desvalorizaram e os activos de refúgio como instrumentos de dívida e ouro valorizaram, mais do que seria esperado.
A verdade é que este referendo rapidamente se transformou num voto emocional, não contra a UE mas um protesto contra as políticas de imigração e contra Bruxelas e a máquina que a rodeia. Incerteza é agora a palavra / sentimento do momento, e parece que veio para ficar e por isso há aqueles que querem um divórcio rápido. Os mercados estão indecisos sobre o que este divórcio significa para:
  • A evolução das taxas de juro e das taxas de cambio;
  • A evolução do mercado doméstico;
  • Em que medida o mercado de trabalho vai resistir e adaptar-se;
  • Qual o resultado das renegociações dos acordos comerciais;
  • Quais as políticas de imigração;
  • Qual a percepção de risco dos investidores internacionais;

Poucos arriscam prognósticos mas a libra tem sido fortemente penalizada pois sendo o Reino Unido uma economia com uma balança comercial muito deficitária, espera-se que a incerteza afaste os investidores internacionais, nomeadamente os Europeus, deste mercado e, em consequência, que o investimento directo estrangeiro diminua substancialmente (perto de 50% do investimento directo estrangeiro no Reino Unido provém da UE). A Libra desvalorizará até que um novo equilíbrio se encontre e os investidores internacionais retirem uma rendibilidade adequada ao risco assumido (ver Figura 1).
Figura 1: Evolução da Libra após o referendo do dia 23/06/16
(as taxas de câmbio estandardizadas para a paridade)
Fonte: Google finance
No entanto, é consensual que a saída terá efeitos para além dos mercados financeiros do Reino Unido e que poderá levar à recessão da própria UE pois os receios de desmembramento tornaram-se mais intensos e, inclusive, discute-se o futuro do Reino Unido… sem liderança e com a Escócia a forçar outro referendo para a independência, o futuro não se adivinha propício a investimentos.
A incerteza política associada à económica, a desvalorização da libra e o potencial aumento da inflação, via aumento do custo das importações, terá um impacto negativo na economia. O FMI, entre outras organizações internacionais, alertou para a possibilidade da economia entrar em recessão no início do próximo ano.
Mercado Imobiliário
O mercado imobiliário do Reino Unido, tanto o comercial como o residencial, tem-se caracterizado por um crescimento acentuado assente tanto no crescimento da economia e do sector financeiro (que afectou essencialmente a área de Londres) como numa oferta de construção nova insuficiente para as necessidades. Simultaneamente, os investidores internacionais convergiram para este mercado pois consideram-no um mercado de refúgio, o que obviamente ainda elevou mais as avaliações. 
No mercado residencial, a combinação destes dois factores (associados ao contexto actual das taxas de juro) tem tido efeitos dramáticos sobre o índice de acessibilidade à aquisição de habitação, nomeadamente em Londres e nas outras grandes metrópoles (ver Figura 2). 
Figura 2: Indicador de acessibilidade
(Preço médio de habitação / valor médio do rendimento anual)
Fonte: Nationwide
Contudo, receia-se que a deslocalização do sector financeiro para as outras capitais Europeias inverta a situação para ambos segmentos, pois não só haverá diminuição da procura de residencial, tanto em quantidade como em qualidade (em termos de capacidade de endividamento), como o comercial terá de conviver com taxas de ocupação mais baixas e perderá algum do poder negocial que teve nos últimos anos. (Pensando em termos das variáveis dos modelos tradicionais de avaliação de activos, todos as variáveis sofrem uma evolução desfavorável: as rendas, a duração dos contratos e a taxa de crescimento diminuem e o prémio de risco aumenta. A City apresenta-se particularmente vulnerável a esta realidade).
Pois, desde do referendo, o sector imobiliário (sejam construtores, agentes imobiliários e REITs ou… a banca) foi o sector mais penalizado (ver Figura 3 e 4):
Figura 3: Evolução dos principais REITs
Fonte: Google finance
Figura 4: Evolução dos principais constructores de Residencial e agente imobiliário (Foxtons Group)
Fonte: Google finance
Esta evolução não estará certamente alheia ao impacto da decisão nas taxas de juro e de financiamento. Faço distinção entre estas duas taxas porque me parece que elas irão divergir. Isto porque o Banco de Inglaterra tentará manter a curva de taxas de juro controlada (seja através da compra de obrigações de médio e longo prazo no mercado secundário, como já fez no passado, ou através da diminuição da taxa de referência) mas os bancos comerciais, mais expostos aos mercados internacionais, que já antecipam a desaceleração da economia e a subida do mal-parado, tenderão a ser mais criteriosos na concessão de crédito e aumentarão os spreads.
A diminuição de liquidez no mercado agravará ainda mais a situação do mercado imobiliário. O próprio governo divulgou estudos referindo que o mercado residencial poderá desvalorizar até 20% durante os próximos anos dada a retração do crédito. Os maiores bancos comerciais do Reino Unido, como o Lloyds e o RBS, já desvalorizaram +30%.
(No médio prazo, mediante a evolução da taxa de câmbio e de inflação, o próprio Banco de Inglaterra poderá ser forçado a subir a taxa de referência para controlar as taxa de câmbio e de inflação).
Mas as principais vítimas do Brexit têm sido os fundos abertos de commercial real estate (CRE). Nos últimos dias, notícias sobre a suspensão de resgastes em diversos fundos de CRE têm-se multiplicado. É o efeito dominó expectável de um modelo de negócio que oferece liquidez diária ao investidor mas detém e gere activos ilíquidos e heterógenos. Ora, acresce que muitos destes investidores não estando domiciliados no Reino Unido e, logo, expostos ao risco da taxa de câmbio, já perderam mais de 10% na desvalorização cambial e como tal procuram sair para mercados mais seguros.
Fundos de investimento como M&G Property Fund (£4.400 milhões), Standard Life Property Fund (£2.900 milhões) e Aviva Property Fund (£1.800 milhões), entre outros, já suspenderam os resgates. Este é um mecanismo de último recurso pois equivale à confissão de que o modelo de negócio que gerem é disfuncional. Nos últimos anos, com a forte valorização do imobiliário e ausência de oferta, os gestores destes fundos tiveram dificuldade em investir as subscrições (mantendo muitas vezes o dinheiro em obrigações ou cash), mas sem nunca fecharem as subscrições, e agora, possivelmente depois de terem esgotado as reservas de liquidez (em média 20% nos fundos abertos), suspenderam os resgates, pois não há procura e as propriedades teriam de ser vendidas a preço de saldo.
A corrida aos resgates dá-se porque, dada a heterogeneidade do imobiliário, a qualidade da carteira de propriedades dos fundos diminui consideravelmente com regastes e, logo, os últimos a resgatar os seus investimentos ficarão com as piores propriedades e sofrerão as maiores penalizações. O resultado é: todos os investidores tentam ser os primeiros a pedir o resgate dos seus investimentos e, de repente, os fundos tornam-se inviáveis e têm de suspendê-los. Este processo tem um efeito dramático nas avaliações pois num curto período de tempo há necessidade de vender um valor elevado de propriedadeS e não há procura que as absorva.
Passados 10 anos desde o credit crunch outra crise se adivinha e assim avança o sector de momentos de euforia para outros de depressão.
Por Ricardo Pereira
InProp Capital Fund

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios assinalados com *

So, what's new?

07/08/2020
Imobiliário comercial: Queda a pique de 64% no retalho

Alicerçado no turismo, o comércio de rua em Lisboa estava fulgurante antes da pandemia. Agora, as novas aberturas caíram drasticamente. Ainda assim, abriram 40 novas lojas nos últimos três meses, refere a Cushman & Wakefield

Ler mais »

07/08/2020
Preços dos T2 em Lisboa baixaram 20% com criação de zonas de contenção de AL

Em causa está um estudo publicado pelo Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia.

Ler mais »

07/08/2020
Crédito malparado na habitação cai 148 milhões

A carteira de crédito malparado dos bancos portugueses reduziu-se em 492 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, face aos três meses anteriores, segundo o BdP.

Ler mais »

07/08/2020
Junho regista novo recorde na avaliação bancária para concessão de crédito à habitação

Em Junho, os bancos aumentaram o valor da avaliação bancária realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação em Guimarães.

Ler mais »

04/08/2020
Fundo canadiano estuda OPA sobre a Merlin Properties. Ações sobem 3,5% na bolsa nacional

O fundo canadiano Brookfield poderá lançar uma OPA sobre a socimi espanhola, de acordo com o Expansión. As ações sobem mais de 12% em Madrid e 3,5% em Lisboa.

Ler mais »

04/08/2020
Lisboa: lançado concurso para construção de residência universitária no valor de 10 milhões

Em causa está a reconversão de dois dos edifícios que a autarquia comprou à Segurança Social numa residência de estudantes com 208 quartos.

Ler mais »

03/08/2020
Escritórios de Lisboa em tempos de pandemia: ocupação vai continuar a recuar até final do ano

Atividade ocupacional deverá encerrar o ano nos 130.000 m2 segundo a Worx.

Ler mais »

03/08/2020
Rendas das casas podem ficar congeladas em 2021

As rendas habitacionais e comerciais poderão ficar congeladas no próximo ano, ao fim de cinco anos consecutivos a subirem. Inflação média dos últimos 12 meses está em -0,04%.

Ler mais »

02/08/2020
Pandemia corta até 30% nos resultados das imobiliárias em seis meses

Primeiro semestre de 2020 foi duro, com as principais marcas a operar em Portugal a terem quebras avultadas

Ler mais »

31/07/2020
Banca volta a emprestar mais para compra de casa. Portugueses receberam 833 milhões

Em junho, nas novas operações de empréstimos a particulares para habitação, a taxa de juro média subiu 4 pontos base (pb) para 1,16%, segundo dados do Banco de Portugal, divulgados esta sexta-feira.

Ler mais »

30/07/2020
Banca põe à venda carteira de 4.400 casas no valor de 360 milhões

Uma carteira de mais de 4.400 casas foi colocada à venda por fundos detidos por vários bancos nacionais, entre eles o Novo Banco. Projeto Zip tem o valor de 360 milhões de euros.

Ler mais »

30/07/2020
Imobiliário no grande Porto – como vai ser o pós-Covid?

Os operadores imobiliários vão ter que se adaptar, para dar resposta às atuais e futuras realidades socio-económicas.

Ler mais »

30/07/2020
Arrendamento de escritórios em Lisboa bate recorde mas depois cai a pique

A capital estava mais dinâmica do que nunca antes da pandemia com empresas nacionais e multinacionais a disputarem os espaços de escritórios disponíveis. Uma trajetória interrompida com o surto de Covid-19

Ler mais »

29/07/2020
Governo vai criar bolsa com 18.660 casas para arrendamento acessível

Medida aguarda aprovação no Conselho de Ministros. Cerca de 20% dos fogos podem ser cedidos às câmaras. Investimento público ascende a 2300 milhões de euros.

Ler mais »

28/07/2020
Preço médio das casas em Cascais e Estoril supera um milhão

A freguesia com o preço mais elevado por metro quadrado é a de Santo António (que integra a Avenida da Liberdade), em Lisboa. Mas o preço total das casas para venda nesta freguesia é apenas o quinto mais elevado.

Ler mais »

28/07/2020
Airbnb resiste em Lisboa. Mas pode mudar em breve

De acordo com o presidente da CML, Fernando Medina, existem atualmente 25.000 apartamentos registados como alojamentos locais, ou seja 8% do total da habitação disponível. A Bloomberg diz que o Airbnb está a resistir em Lisboa.

Ler mais »

28/07/2020
Avaliação bancária da habitação atinge novo recorde em Junho

Valor mediano da avaliação bancária foi 1209 euros/m2 nos apartamentos e de 971 euros/m2 nas moradias, crescendo ambos mais de 8% no mês passado

Ler mais »

28/07/2020
Licenças de construção nova e reabilitação para habitação caem 10,6% até maio

O licenciamento de fogos em construções novas recuou 6%, face a igual período de 2019, de acordo com a AICCOPN.

Ler mais »

27/07/2020
BCE avisa bancos: Euribor pode acabar

O banco central realça que a reforma da Euribor está atrasada e os bancos precisam de preparar-se para um cenário em que esta taxa seja descontinuada, colocando a €STR como uma alternativa de referência no mercado, para evitar problemas nos contratos.

Ler mais »

27/07/2020
Nelson Quintas investe 16,5 milhões num monolítico e torre de escritórios no Porto

O grupo Nelson Quintas está a construir dois edifícios na Rua Manuel Pinto de Azevedo, um de escritórios e outro de estacionamento, com três pisos enterrados, e acaba de abrir o S. Bento Residences, o polémico projeto turístico edificado ao lado da icónica estação ferroviária.

Ler mais »

27/07/2020
Açores com programa para transformar alojamento local em casas de renda acessível

O Governo dos Açores apresentou hoje o programa +Habitação, que pretende transformar as unidades de alojamento local em arrendamentos de longa duração com rendas acessíveis, como forma de mitigar os efeitos da pandemia da covid-19.

Ler mais »

27/07/2020
Construção de 128 fogos a preços acessíveis em Entrecampos, Lisboa, arrancou esta sexta-feira

Serão construídos nos terrenos municipais, em Entrecampos, um total de 476 habitações destinadas aos jovens e às famílias da classe média, num investimento global de 80 milhões de euros. 3%.

Ler mais »

27/07/2020
Reabilitação urbana registou nova queda em junho, de 11,3%

Quanto ao tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, em junho, apurou-se um aumento para 8,7 meses, recuperando da quebra abruta registada em março.

Ler mais »

24/07/2020
Rendas recuam 4% no semestre apesar de oferta ter crescido mais de 50%

A oferta de apartamentos para arrendamento em Portugal aumentou 56% no primeiro semestre, mas o valor médio das rendas apenas recuou 4%. No distrito do Porto as rendas baixaram 14% e em Lisboa a quebra foi de cerca de 13%.

Ler mais »

24/07/2020
SIGI: Ores entrou em bolsa há um mês mas ações não negociaram

Olimpo Real Estate Portugal (Ores Portugal) é a primeira Sociedade de Investimento e Gestão Imobiliária (SIGI) a nascer em Portugal.

Ler mais »

24/07/2020
Preço das casas em Portugal sobe 3,7% no primeiro semestre

Apesar da pandemia, os preços médios das casas vendidas em Portugal subiram 3,7% na primeira metade do ano em termos de valores por metro quadrado. Já o valor médio das casas vendidas registou um crescimento de 4,7%.

Ler mais »

22/07/2020
Famílias congelam juros da casa durante cada vez mais tempo

Nos contratos de créditos à habitação a taxa fixa celebrados no ano passado, o prazo médio foi de 25 anos, um acréscimo de mais de dois anos e meio face ao verificado no ano anterior.

Ler mais »

22/07/2020
Segurança Social investiu 7 milhões em fundo para reabilitar imóveis que ainda não fez nenhuma obra

Objetivo é colocar imóveis devolutos no mercado com rendas acessíveis, mas nada aconteceu 4 anos após a criação do Fundo Nacional de Reabilitação do Edificado.

Ler mais »

22/07/2020
Rendas descem 6,9%, a maior quebra desde 2010

No segundo trimestre deste ano, os valores de renda contratados em Lisboa desceram 6,9% face ao trimestre anterior e 8,7% face a igual período do ano passado.

Ler mais »

21/07/2020
Investimento imobiliário comercial supera os 1,6 mil milhões no primeiro semestre

No total, a imobiliária dá conta de 20 transações. O segmento do retalho foi o impulsionador.

Ler mais »

21/07/2020
Em Junho foram investidos 7.632,3 milhões de euros por fundos imobiliários

Em Junho, o montante investido nos fundos de investimento imobiliário ficou praticamente inalterado em 7.632,3 milhões de euros, já o valor sob gestão atingiu 10.434,7 milhões de euros, menos 8,1 milhões (0,08%) do que em Maio.

Ler mais »

21/07/2020
Procura por casas com terraço aumenta 24% nos últimos 3 meses

A imobiliária JLL revelou hoje que teve um aumento de 24% nas vendas e arrendamentos de casas com terraço, nos últimos três meses, e que há mais preocupação com espaços exteriores e de trabalho, devido ao “grande confinamento”.

Ler mais »

20/07/2020
Edifícios licenciados aumentam 4,1% e concluídos sobem 11,6% em 2019

Projetos licenciados para construção nova continuaram a ser dominantes, representando 70,2% do total de licenciamentos.

Ler mais »

20/07/2020
Depois de Berlim, Catalunha vai congelar preços das rendas em 60 cidades

Depois de Berlim, também a Catalunha vai pôr travões aos preços praticados no mercado de arrendamento.

Ler mais »

19/07/2020
Imobiliário. Preços em Oeiras quase ao nível de Lisboa

Concelho tem o terceiro metro quadrado mais caro do país, depois de Lisboa e Cascais.

Ler mais »

17/07/2020
Mercado de escritórios: junho mantém efeito da pandemia em Lisboa, mas desagrava no Porto

Os efeitos da Covid-19 continuam a sentir-se no mercado imobiliário português, mas de forma diferente, consoante os segmentos e as regiões do país.

Ler mais »

20/07/2020
Renegociações de empréstimos da casa sobem mais de 25% num ano – o Banco de Portugal explica porquê

Mudar spread, tipo de taxa de juro ou prazo dos contratos entre principais motivos para portugueses renegociarem créditos à habitação com os bancos, segundo o regulador.

Ler mais »

20/07/2020
Pandemia com pouco impacto no imobiliário. Preços subiram 8%, diz a Century 21

A imobiliária teve um primeiro semestre praticamente semelhante ao do ano passado. A pandemia impactou, mas não muito. E os preços médios de venda até subiram 8%.

Ler mais »

17/07/2020
Pandemia com pouco impacto no imobiliário. Preços subiram 8%, diz a Century 21

A imobiliária teve um primeiro semestre praticamente semelhante ao do ano passado. A pandemia impactou, mas não muito. E os preços médios de venda até subiram 8%.

Ler mais »

16/07/2020
Taxa fixa ganha importância nos novos créditos à habitação

Apesar de a taxa fixa ter ganho mais peso nas novas contratações, no ano passado, a taxa variável continua a dominar no crédito à habitação.

Ler mais »

14/07/2020
Banca aperta concessão de crédito ao imobiliário e construção devido à pandemia

No crédito à habitação, bancos aumentam a restritividade no rácio entre o valor do empréstimo e o valor da garantia.

Ler mais »

14/07/2020
Estão a vender-se mais casas e mais caras em Portugal

O efeito da pandemia no imobiliário ainda se faz sentir mas o mercado da habitação está a inverter e a evidenciar uma tendência de recuperação

Ler mais »

13/07/2020
Preço das casas sobe, mas descelera subida

Em junho, face ao homólogo, o crescimento é de 13,4% para o conjunto de Portugal Continental

Ler mais »

13/07/2020
Investidores com perfil especulativo posicionam-se para adquirir imóveis e carteiras de hotelaria

A nota é dada pela consultora imobiliária B. Prime, no âmbito da divulgação da nova edição do estudo de mercado Prime Watch.

Ler mais »

12/07/2020
Imobiliário. Rendas devem baixar com novas casas no mercado

O sector desvaloriza a polémica sobre o artigo de Fernando Medina e já admite descida das rendas

Ler mais »

12/07/2020
Preços das casas atingem recorde antes da pandemia. E no seu concelho?

O valor mediano das casas vendidas em Portugal no primeiro trimestre deste ano fixou-se em 1.117 euros por metro quadrado, o mais elevado desde que esta série estatística foi iniciada, no início de 2016.

Ler mais »

11/07/2020
Dono da Zara passa Merlin e torna-se o maior investidor imobiliário comercial de Espanha

A carteira de imóveis de Amancio Ortega voltou a crescer fortemente em 2019. O fundador da Zara ultrapassou 15.000 milhões de euros em ativos imobiliários reunidos sob a égide do Grupo Pontegadea.

Ler mais »

10/07/2020
A expansão do Millennium Hotels Real Estate confirma o interesse de investimento no setor hoteleiro espanhol

Após o aumento de capital, a Millenium Hotels Real Estate estará entre as dez maiores Socimi de Espanha.

Ler mais »

10/07/2020
Funchal é o 12º município com o valor mais elevado na habitação

A habitação chegou aos 1.621 euros por metro quadrado no Funchal, numa lista liderada por Lisboa que atinge os 3.333 euros por metro quadrado.

Ler mais »

10/07/2020
Imovirtual. Rendas cresceram 10% em junho face ao mês anterior

Lisboa, Porto e Setúbal são os distritos mais caros para arrendar, segundo o barómetro mensal do portal imobiliário

Ler mais »

10/07/2020
Imobiliário foi o sector mais activo no mercado de transacções em Portugal no 1º semestre

O imobiliário foi o sector mais ativo deste primeiro semestre no mercado de transacções em Portugal, com 51 transações e um aumento de 28% em termos homólogos, revela a TTR – Transactional Track Record.

Ler mais »

10/07/2020
TC declara inconstitucional lei do direito de preferência dos inquilinos

O Tribunal Constitucional declarou inconstitucional a lei que garante o exercício do direito de preferência pelos arrendatários na transmissão das habitações, um pedido de fiscalização sucessiva que tinha sido feito pelo CDS-PP e PSD em outubro de 2018.

Ler mais »

10/07/2020
Imobiliário de luxo no Algarve atrai compradores portugueses e mais novos

A imobiliária Engel & Völkers diz que são cada vez mais os portugueses a investir em imóveis de luxo no Algarve e acredita que o mercado neste segmento premium vai recuperar rapidamente.

Ler mais »

10/07/2020
Preços das casas em Lisboa chegam a ser cinco vezes acima do país

Nas freguesias da Misericórdia e de Santo António, o preço das casas ultrapassou os 5 mil euros, um valor que fica quase cinco vezes acima da mediana nacional.

Ler mais »

10/07/2020
Preços das casas estavam a acelerar no interior do país

Beira Baixa, Médio Tejo e Alentejo foram as regiões do país onde se registaram as maiores subidas de preços de venda das casas no primeiro trimestre deste ano, em relação ao final de 2019.

Ler mais »

09/07/2020
Habitação. Rendas caem em Lisboa pela primeira vez em seis anos

Esta é a primeira vez, desde 2013, que se regista uma quebra trimestral homóloga nas rendas habitacionais da maior cidade portuguesa

Ler mais »

08/07/2020
Venda de casas recupera com Lisboa no centro das atenções

O preço médio de venda da habitação na freguesia de Campo de Ourique atingiu os 4.394€/m2 em maio, superando o valor médio das transações registadas no total da capital.

Ler mais »

08/07/2020
Novo Banco perdeu quase 330 milhões de euros em venda de ativos imobiliários

Os indícios de conflito de interesse e de eventuais decisões ruinosas no Novo Banco deram origem a uma queixa reportada à ESMA, Autoridade Europeia de Mercados e Títulos

Ler mais »

08/07/2020
Portugal é o país da UE onde o preço das casas mais subiu no primeiro trimestre

O preço das casas subiu 5% na Zona Euro face ao mesmo período do ano passado, de acordo com o Eurostat, Tendo em conta a comparação trimestral, Portugal foi o país que registou uma maior subida.

Ler mais »

07/07/2020
Programa de Arrendamento Acessível ficou aquém das expectativas

O Governo diz que quer “muito mais” do que os atuais cerca de 300 contratos firmados, mas sublinha que esta é uma aposta de longo prazo.

Ler mais »

07/07/2020
Novo crédito à habitação cai para os €792M

Em maio passado, os bancos portugueses concederam um total 792 milhões de euros para novos créditos à habitação.

Ler mais »

07/07/2020
Fisco deteta mais de 1.600 falhas no reinvestimento de mais-valias da venda de imóveis

Controlos incidiram sobre intenções de reinvestimento manifestadas pelos vendedores de imóveis na declaração anual de IRS relativa ao exercício de 2015.

Ler mais »

07/07/2020
Imobiliário. Setor recupera à “boleia” da procura por moradias, quintas e terrenos

A imobiliária Remax registou um aumento nos índices de procura por imóveis em maio e junho, identificando nos últimos dois meses uma procura mais acentuada por moradias, quintas e terrenos. Cliente nacional com mais “peso” no mercado.

Ler mais »

07/07/2020
Francesa Corum procura imóveis comerciais em Portugal

Após investir 60 milhões de euros na compra de imóveis em Portugal, a gestora quer expandir o portefólio dos fundos, acreditando que “quem está preparado para enfrentar [as crises] encontra sempre boas oportunidades”.

Ler mais »

07/07/2020
Comprar ou arrendar? Veja como andam os preços das casas

À volta das grandes cidades as variações são, sobretudo, em alta, exceção feita ao arrendamento

Ler mais »

07/07/2020
Shoppings antecipam perdas de 600 milhões

Associação Portuguesa de Centros Comerciais afirma que a suspensão das rendas fixas dos centros comerciais até ao fim do ano, aprovada pelo Parlamento na semana passada, “está a deixar Portugal muito mal visto lá fora”.

Ler mais »

07/07/2020
Primeiro concurso do Renda Segura com 177 candidaturas

Através do Programa Renda Segura, os proprietários privados poderão arrendar as suas casas à autarquia da capital que, posteriormente, irá subarrendá-las ao abrigo do Programa de Renda Acessível do município.

Ler mais »

07/07/2020
Magnata africano investe dois milhões para reabilitar Dolce Vita Ovar

A White Sand Capital vai renovar e mudar o nome do falido shopping de Ovar, pelo qual pagou sete milhões de euros. A empresa detida por Nathan Kirsh diz que é “o início de um plano” nas áreas do retalho e lazer no país.

Ler mais »

06/07/2020
Empresas espanholas ganham 70% das obras públicas em Portugal

No último ano e meio, as construtoras portuguesas só ficaram com um terço das adjudicações acima de sete milhões de euros, não conseguindo enquadrar as propostas dentro do preço-base definido nos concursos.

Ler mais »

03/07/2020
Investimento Core dinamiza mercado de escritórios europeu

O mercado de escritórios europeu arrancou em boa forma em 2020, com volumes de investimento a atingir os 23,3 mil milhões de euros, um valor 16% superior à média dos últimos 5 anos. E é a dinâmica de transações core que está por detrás deste bom resultado.

Ler mais »

03/07/2020
Casas maiores e jardins: O impacto da pandemia no imobiliário

A quarentena obrigou milhões de pessoas a passar mais tempo em casa e despertou novas necessidades.

Ler mais »

03/07/2020
Crédito às empresas dispara 83%. Empréstimos para habitação descem 14% em maio

Valor emprestado para compra de casa foi de 792 milhões de euros, o mais baixo desde agosto de 2019.

Ler mais »

03/07/2020
Rendas acessíveis: procura de inquilinos é 17 vezes superior à oferta de proprietários

Programa de Arrendamento Acessível, em vigor desde há um ano, regista um total de 242 contratos assinados entre mais de 10 mil candidaturas.

Ler mais »

03/07/2020
RE/MAX adapta-se à realidade do mercado

A promoção de mais de 10 mil imóveis através de visitas multimédia é um passo natural na inovação do mercado que permite aos clientes e consultores fazer visitas de forma segura e confortável.

Ler mais »

03/07/2020
O que mudou no imobiliário de luxo? Preços mantêm-se, casas grandes são prioridade e portugueses estão de volta

A pandemia alterou as exigências de quem compra propriedades de luxo. A procura intensificou-se para moradias com espaços verdes, Penthouses ou apartamentos com bons terraços e de preferência fora das grandes cidades.

Ler mais »

03/07/2020
59% de profissionais de imobiliário acredita que preços das casas vão manter-se

Estudo feito pela plataforma Imovirtual em junho revela que quase 28% dos inquirido não tem feito transações.

Ler mais »

02/07/2020
Um quinto do alojamento turístico e 40% da restauração pensam avançar para insolvência

A esmagadora maioria refere que não irá conseguir suportar os encargos habituais.

Ler mais »

01/07/2020
Alojamento local em Lisboa cai a pique para os 5% de ocupação

Em maio do ano passado, a taxa de ocupação em Lisboa era de 73% em Lisboa e 66% no Porto

Ler mais »

Etiquetas

aguirre newman alavancagem alemanha alojamento local angola arrendamento arrendamento com opção de compra aurare avaliação bancária avaliação de hoteis avaliações imobiliárias b. prime bad bank balcão nacional de arrendamento banco de portugal barómetro benefícios fiscais bernardo d'eça leal blogs bogotá bolha imobiliária bond yields brasil bruno lobo bruno silva built-to-rent. buy-to-let camara municipal de lisboa carlos gonçalves carlos leite de sousa casas Case Shiller CBD cbre censos 2011 century 21 china commercial real estate comprar casa comércio confidencial imobiliário construção consultoria consultoria imobiliária coronavirus covid19 coworking credit default swaps crédito habitação crédito imobiliário crédito mal-parado cushman wakefield dação em pagamento distressed assets double dip dívida dívida pública ecs capital entrevistas equity escritórios espanha Estado estónia EUA euribor eurostat eventos facebook fernando vasco costa fiiah filipe almeida e silva financiamento finanças imobiliárias fiscalidade FMI francisco espregueira francisco silva carvalho francisco virgolino frança fundbox fundos de investimento fundos de reabilitação urbana fundos imobiliários fundos pensões global property guide golden visa Gonçalo Nascimento Rodrigues grécia habitação hipoteca holanda homeownership hotelaria hotéis imi imobiliário imobiliário do estado imobiliário portugal imobiliário turístico imposto de selo impostos imt imóveis banca industrial inprop fund inteligência artificial internet investimento investimento imobiliário ipd irlanda irs islândia itália japão joana seabra gomes jones lang lasalle jorge próspero dos santos josé carlos marques da silva joão abelha joão fonseca joão madeira de andrade joão nunes knight frank lei arrendamento lisboa logística low-cost ltv luanda luís francisco marketing massimo forte mediação imobiliária mezannine millennials NAMA nar NCREIF non-performing loans notícias nrau nuno ribeiro obama obrigações do tesouro ordem dos avaliadores orey activos orey financial out of the box património pedro pereira nunes pedro valente portais de imobiliários porto Portugal preços casas price earnings prime watch prime yield propriedade agricola propriedade rustica proptech pstm advogados reabilitação urbana real estate reit rendas residências 3ª idade residências estudantes retail parks reverse mortgage revista imobiliária ricardo da palma borges ricardo guimarães ricardo pereira rics risco Rui Alpalhão rui bexiga vale rui soares franco sale and leaseback sareb segunda habitação Sem categoria short-selling sigi spread taxa de actualização taxa interna de rentabilidade taxas de juro tendências turismo turismo residencial uk vpt wacc yield Ásia índices imobiliários

Out of the Box Social Media

Subscreva a nossa newsletter



Recomendado

Barómetro