• Investir em Novo Living

    Investir em Novo Living0

    Uma mudança estrutural no setor imobiliário Está em curso uma mudança estrutural no sector imobiliário, à medida que os investidores institucionais aumentam a alocação dos portfólios ao setor conhecido como ‘living’. O setor de living agrega os ativos operacionais (imóveis) que no seu conjunto providenciam alojamento de arrendamento ao longo da vida, incluindo residências de

    LER MAIS
  • Os desafios do investimento em built to rent

    Os desafios do investimento em built to rent0

    O mercado BTR na Europa O investimento institucional em habitação multifamiliar de arrendamento (também conhecido como ‘built-to-rent’ – BTR) teve uma expansão notável na Europa nos últimos dez anos passando de 11% do total do investimento imobiliário anual em 2011 para 23% em 2020 de acordo com a UBS(1). Em 2020 o BTR foi, de

    LER MAIS
  • Catalisador de oportunidades de ‘living’

    Catalisador de oportunidades de ‘living’0

    O conceito de ‘living’ Os ativos imobiliários que integram a categoria de ‘living’ referem-se aos ativos de arrendamento que no seu conjunto, providenciam alojamento para todas as fases da vida, o que inclui residências de estudantes, residencial de arrendamento (multifamily, co-living), residências sénior e residências assistidas. Os projetos no setor ‘living’ têm um modelo de

    LER MAIS
  • BTR – Built to Rent – Um novo paradigma no imobiliário residencial0

    Os projetos imobiliários residenciais de arrendamento de nova construção (BTR – “Built To Rent”) tiveram um crescimento notável desde a sua introdução no Reino Unido nos últimos 10 anos. Actualmente existem no País cerca de 131.855 novos apartamentos BTR o que representa um aumento de 26% em relação ao ano passado, incluíndo 25,665 terminados, 41.870

    LER MAIS
  • PRS e BTR: O mercado residencial de arrendamento no Reino Unido0

    O mercado imobiliário para edifícios residenciais de arrendamento no Reino Unido (denominado PRS – private rented sector) tem tido uma progressão notável desde 2005 quando foi criada uma agência governamental com o objectivo de atrair investimento para o sector. Desde então, o mercado mais do que duplicou de aproximadamente 3 milhões de agregados familiares para

    LER MAIS
  • Mercado Residencial e Sistema de Planeamento Urbano no Reino Unido – Parte II0

    Num artigo anterior, falávamos sobre a política britânica para o sector da habitação e da necessidade da oferta corresponder aos níveis previsto de procura. Como fazê-lo? Para aumentar o nível de oferta e criar um mercado residencial mais eficiente que construa as casas que a população necessita a preços acessíveis nas localizações desejadas, o Governo

    LER MAIS
  • Mercado Residencial e Sistema de Planeamento Urbano no Reino Unido – Parte I0

    Em Fevereiro o governo Britânico publicou o seu plano estratégico para o mercado residencial no Reino Unido (i). O diagnóstico revela um mercado incapaz de construir habitações suficientes, com a densidade requerida, em localizações adequadas e dirigidas em particular aos segmentos mais baixos da população. Desde 1970, foram construídos em média cerca de 160.000 novos

    LER MAIS
  • Oportunidades de investimento0

    Os mercados imobiliários demonstraram este ano uma resiliência supreendente a um dos períodos mais turbulentos da história política recente. A recuperação das quedas resultantes dos vários choques políticos ao longo do ano demorou algumas horas no caso do resultado do referendo Italiano, um dia após o anúncio do resultado das eleições presidenciais Norte-Americanas e algumas

    LER MAIS
  • Regeneração Urbana Integrada0

    A regeneração urbana é um dos principais desafios das administrações públicas locais. As novas tendências demográficas combinadas com mudanças nos estilos de vida dos agregados familiares e a desindustrialização dos centros urbanos continuam a contribuir para a necessidade de estruturar a urbanização integrada de lotes públicos e privados localizados em zonas urbanas consolidadas. Os novos

    LER MAIS
  • Patrimonio Público como Capital para Renovação Urbana0

    Por Bruno LoboAdministrador, Avenida CapitalPhD, Columbia University in the City of New York., M.Arch Technical University of Lisbon —O Caso de Earls Court, LondresA capitalização do património público através da promoção imobiliária em parcerias publico-privadas é cada vez mais uma alternativa utilizada pelos governos locais como forma de aumentar as mais-valias que possam ser reinvestidas

    LER MAIS
  • Renovacao Urbana e Investimento Imobiliário0

    Por Bruno LoboAdministrador, Avenida CapitalPhD, Columbia University in the City of New York., M.Arch Technical University of Lisbon — A renovação urbana apresenta desafios e oportunidades para a administração publica e sector imobiliário. O declínio de áreas urbanas é gerado por factores locais e regionais e reflecte-se não só na degradação física de imóveis privados

    LER MAIS
  • O plano de ordenamento territorial de Bogotá e o mercado imobiliario – Parte II0

    Por Bruno LoboAdministrador, Avenida CapitalPhD, Columbia University in the City of New York., M.Arch Technical University of Lisbon —No último artigo que aqui escrevi, falei um pouco sobre o ritmo de crescimento de Bogotá e sobre o POT em desenvolvimento. Hoje, proponho discutir um pouco sobre o mesmo. Adiantava que as propostas mais controversas, apresentadas

    LER MAIS