• O populismo nos números da renda acessível

    O populismo nos números da renda acessível0

    Em época de eleições, multiplicam-se as promessas para o sector da habitação em Portugal. O populismo nos números apresentados no que respeita ao programa da renda acessível parece claro. Em Lisboa, por exemplo, há quem prometa 10.000 casas de renda acessível. Em Braga, outro partido candidato promete 3.000. Para o mandato que agora termina, o

    LER MAIS
  • Investimento imobiliário caiu 70% em Portugal

    Investimento imobiliário caiu 70% em Portugal0

    Segundo dados das consultoras CBRE e C&W, o investimento em imobiliário comercial caiu 70% em Portugal, durante o 1º semestre de 2021. Durante os primeiros 6 meses do ano, foi transacionado um valor acima de € 530 milhões que contrasta com os mais de € 1,8 mil milhões registados em igual período de 2020. A

    LER MAIS
  • Lisboa: mercado de escritórios valoriza 22%0

    O mercado de escritórios em Lisboa valorizou 22% no espaço de 1 ano. Esta valorização foi calculada com base em dados publicados pela consultora internacional Colliers International, no seu mais recente Office Rent Map. Entre Setembro de 2016 e igual mês de 2017, o mercado de escritórios de Lisboa registou uma queda de 25 pontos

    LER MAIS
  • Boom de construção no mercado de escritórios0

    Segundo o último estudo “Global Office Forecast”, publicado pela Cushman & Wakefield, vamos assistir nos próximos três anos a um boom nunca visto de construção de novos escritórios, com mais de 65 milhões de metros quadrados previstos. Esta área é o equivalente ao total de espaços de escritórios existente em 5 cidades – Washington, Dallas,

    LER MAIS
  • Escritórios: Rendas em Lisboa são as mais baixas da Europa0

    Lisboa é a cidade europeia com as rendas mais baixas de escritórios em toda a Europa. No entanto, está entre as cidades com maior potencial de subida de rendas, segundo dados do European Office Clock da consultora JLL. Londres (West End), City e Genebra são as cidades com as rendas mais elevadas no segmento de

    LER MAIS
  • A protecção das lojas históricas0

    Ia escrever este meu artigo sobre um assunto em que venho a reflectir há algum tempo: numa relação de crédito à habitação, no caso em que o mutuário arrende o imóvel a um terceiro sem a autorização do banco, que margem tem o banco para resolver o contrato por incumprimento, ou para aplicar penalidades ao

    LER MAIS
  • O desequilíbrio entre o mercado de arrendamento e investimento no mercado de escritórios de Lisboa0

    Num trabalho conjunto com a B. Prime, e na sequência do Prime Watch 2015, desenvolvemos uma análise ao desequilíbrio que actualmente se verifica no mercado de escritórios de Lisboa, entre as componentes económica e financeira de valorização dos activos. O que provocou o aumento do investimento? O mercado de investimento imobiliário em Portugal observou um

    LER MAIS
  • As yields de buy-to-let no UK0

    Já por algumas vezes que aqui colocamos alguns dados sobre o mercado residencial britânico. Hoje, cortesia do Finantial Times e da Zoopla.co.uk, apresentamo-vos as yields de buy-to-let. As yields mais elevadas encontram-se em localizações secundárias, onde existe elevada procura por arrendamentos mas onde os preços de venda se encontram relativamente mais baixos. Perante a forte

    LER MAIS
  • As rendas, as avaliações… todos protestam!0

    Hoje deixo-vos um breve comentário a 4 notícias que sairam no Jornal de Negócios, aqui há dias: – Proprietários queixam-se da reavaliação das casas– Peritos recorrem ao Google Maps para fazer avaliações dos imóveis– Inquilinos impedidos de pedir segundas avaliações no IMI– Oposição arrasa proposta de reforma do Governo para a Lei das rendas Ora

    LER MAIS
  • O Bom, o mau e o vilão*0

    Li a proposta de lei deste Governo sobre o regime do arrendamento urbano. Questões jurídicas à parte, acho que se avançou algo mas esta proposta parece-me ainda um pouco curta. Curta no alcance, curta na ambição mas mais importante, temo que seja curta nos efeitos que venha a produzir no mercado de arrendamento. Mexem-se em

    LER MAIS